Um dia após governo falar sobre negociação para vale alimentação na BA, estudantes da rede estadual não conseguem cadastrar CPF

Os estudantes que procuraram os canais de comunicação do Governo da Bahia nesta última quarta-feira (15) para cadastrar o CPF e obter o auxílio vale alimentação, medida anunciada por causa da Covid-19, não conseguiram efetuar o procedimento. A orientação para o cadastro foi feita na noite de terça-feira (14).
Segundo o governador do estado, Rui Costa, a ideia é que o aluno vá direto com a identidade e o CPF e faça a compra de alimentos no supermercado. A previsão é de que essa configuração ocorra em redes distintas, que devem fechar parceria com o governo.
Mas, para que a ideia dê certo, é importante que os estudantes cadastrem a documentação que falta direto na escola que estuda. Devido às medidas de isolamento social, o governo orientou que a inclusão do documento deve ser feito pelo telefone do colégio, WhatsApp ou pelo 0800 2840011. Ou o estudante pode, ainda, atualizar direto pela internet, no Portal da Educação ou no link do SiAdiante, que começou a funcionar a partir das 15h desta quarta-feira (15).

No entanto, muitas pessoas não conseguiram falar com as unidades escolares. A produção da TV Bahia, após a queixa de vários estudantes, tentou entrar em contato com 10 escolas, mas também não conseguiu. 
Em entrevista ao Bahia Meio Dia desta quarta, Jerônimo Rodrigues, secretário estadual de Educação, disse que durante toda a manhã houve um pico de ligações. Mas que espera que o problema seja resolvido o mais breve possível.

“Teve um pico de ligações entre 8h e 10h. Depois, um novo pico por volta de 11h. Nós já disponibilizamos um outro 0800 para poder remanejar as ligações. É natural que esse pico acontecesse hoje por causa da divulgação. Nós chegamos a colocar a ouvidoria do estado a disposição. Espero que, até esta tarde, os telefones estejam à disposição da Bahia”, comentou.
Ele pontuou também que, desde domingo (12), já conseguiu receber cerca de 30 mil cadastros do CPF.
“No domingo, nós fizemos uma reunião com todos os diretores de núcleos de educação para que a gente pudesse chegar até os estudantes através das escolas mesmo. O canal foi esse, o telefone, para que nós pudéssemos fazer com que as escolas ligassem para os estudantes, mas também para receber as ligações. E, desde então, a gente vem monitorando. De segunda para cá, nós conseguimos cerca de 30 mil novos CPFs", afirmou.
Apesar disso, diante do problema enfrentado por muitos estudantes nesta quarta, ele comunicou que vai reforçar o atendimento e "fazer o cerco" para que a população consiga fazer o cadastro.
“Com essa matéria, nós temos que fazer o cerco acontecer mais forte com a direção das escolas que estavam fechadas. Um conjunto de diretores de escolas tem acima de 60 anos, e nós pedimos que eles indicassem outras pessoas para ficarem nas escolas fazendo o atendimento. Pedimos para que as pessoas não fossem nas escolas para evitar aglomeração, mas nós estamos em cima", completou.
O secretário falou também que o vale alimentação será destinado para todos os estudantes da rede estadual, sem restrições. “Todos estudantes da rede estadual matriculados têm direito. Todos os estudantes de toda a rede".


*G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário