Vereadores de Itaparica batem no governo do Estado e cobram providências urgentes


A Câmara Municipal de Itaparica – de acordo com o seu regimento interno – realizou na manhã da quarta-feira (08) sessão pública ordinária com a presença de sete dos seus nove vereadores. Não assinaram o livro de presença – com justificativas à mesa dirigente - os vereadores Nixon (PSB) e Paty (PT). 
Dentro de um clima de tensão pairando no plenário da Casa Legislativa, com todos sensibilizados pela pandemia do coronavírus, a reunião apresentou no grande expediente apenas uma moção de pesar feita pelo vereador Ítalo Mastriolo (PP) pelo falecimento da senhora Edir Rodrigues Saldanha, ocorrido no último dia 29 de março. 

Dentro do horário aberto às lideranças, a tribuna foi ocupada pelo vereador Paulinho de Manguinhos (PSD). “Subo essa tribuna para fazer um repúdio ao Governo do Estado – com relação à decisão de fazer um centro para cuidar da pandemia na Ilha. Por que definir pelo Hospital Maria Amélia e não pelo HGI? Tanto dinheiro jogado na capital e nós aqui ilhados. Não concordo! O Hospital do Estado está apto. Foi promessa do governador e do vice João Leão comprometer 5 milhões para equipar o HGI e implantar ambulâncias! Pura politicagem! O Maria Amélia não tem a mínima condição de cuidar de uma pandemia dessa.
O HGI mudou de empresa – agora está na mão de um deputado e continua do mesmo jeito - só tem uma ambulância! O HGI tem equipe médica e técnica capacitadas, estão trabalhando pela hora da morte! Repúdio! O governo tem que definir um ferry para sair às sete da manhã para atender as ambulâncias que vêm do interior. A situação é deplorável! Tô revoltado com o governador – mentiroso – a pandemia é mais grave do que se pensa – eles não estão divulgando o número certo de infectados! Desde janeiro já existia casos registrados – por que não parou o carnaval? Não vou condenar o município! Ela está fazendo o que é possível! O governador está se aproveitando da miséria do povo para fazer política – a hora é de ajudar o ser humano! O nosso povo precisa de ajuda, de comida! Deixo aqui o recado – Bonitão! a sua palavra não vale nada, João Leão! Você é um mentiroso!”, bateu forte, indignado o vereador Paulinho de Manguinhos. 

Após a Ordem do Dia, usaram a tribuna os vereadores inscritos e novamente choveram críticas e cobranças. “O estado de calamidade é preciso – tem muita gente precisando comer – quero saber quantas cestas básicas já foram fornecidas, quantas tem para fornecer, quais são os critérios de distribuição. Estou vendo muita gente pedindo, cobrando! Estamos diante de uma pandemia e não podemos fazer politicagem e nem política neste momento”, cobrou o vereador Nereu (PTB). 
“O governo do Estado da Bahia está falhando, existe um decreto – a Internacional Marítima é uma concessão – existe contrato com o Estado - os horários vigentes intercalados não funcionam e aglomeram os passageiros em exposição permanente, o que não deve ser feito nessa pandemia. Essa semana esperei quase três horas e viajei com uma multidão. A Agerba não está atenta ao que está acontecendo. Como vamos impedir o desembarque aqui? Tem que se evitar o embarque! Isso é uma falha gritante do Estado! Guarda Municipal, prefeita, polícia militar – a regra tem que ser cumprida. Vamos ficar dias agora sem poder fazer um traslado de emergência para Salvador! O melhor local para instalar o Centro de Referência é o HGI – concordo com quem discorda do CAPS! Não entendi a mudança repentina para o Maria Amélia em Mar Grande!”, desabafou, cobrando bom senso ao governo do Estado, o vereador Everaldo Camarão (PSD). 
Finalizando os discursos, o vereador Zezinho de Zizar (PT) criticou os discursos sem ação. “Estão brincando, agora não é hora de fazer política. Questionaram o CAPS como Centro de Referência no Alto das Pombas! Ainda bem que o CAPS vai cumprir o papel social dele. Até agora não entendi a saída do Fórum para Vera Cruz! Quanto ao ferry, o problema está lá – hoje era para ser só para moradores e com controle. Parabenizo todo o grande trabalho do pessoal da saúde de Itaparica”, frisou o edil. 
O presidente Jorge de Dadinho (PSB), antes de encerrar a sessão ordinária afirmou que “o Centro de Referência está demorando para ser instalado – não era para se discutir agora onde seria a instalação – a situação é grave e ele já era para estar equipado para atender o povo da Ilha. Essa pandemia vai chegar – é inevitável!”, finalizou o presidente convocando a próxima reunião ordinária para a quarta-feira (15), às 10 horas. 
Bom Despacho – Após a sessão ordinária desta manhã, uma comissão parlamentar composta pelo presidente Jorge de Dadinho (PSB), os vereadores Ítalo Mastriolo (PP), Everaldo Camarão (PSD), Nereu (PTB), Paulinho de Manguinhos (PSD) e Zezinho de Zizar (PT), além do ex-vice-prefeito Prof. Emílio (Psol), realizaram visita aos escritórios da Internacional Marítima e da Agerba no Terminal Marítimo de Bom Despacho para cobrar racionalidade no funcionamento do ferry-boat. 
A reportagem do Blog da Ilha de Itaparica acompanhou e registrou o encontro com funcionários simpáticos e prestativos, mas sem poder de resolver os impasses. “Vamos convidar os dirigentes da Agerba e da Internacional para audiência na Câmara Municipal de Itaparica”, finalizou o presidente Jorge de Dadinho.  

Vera Cruz e Itaparica unidas apelam ao governador na luta pândemica do coronavírus
Texto e imagem: Victor Vargas/Agência Guanabara-Kirimurê

06.04.2020

Enquanto os poderes executivos apresentam ruídos de comunicação e não conseguem se afinar nas propostas ao Governo do Estado, vereadores que compõem as câmaras municipais de Vera Cruz e de Itaparica realizaram - na manhã desta segunda-feira (6) – em Mar Grande, sede do Poder Legislativo de Vera Cruz, uma reunião histórica pela união das casas legislativas. 

A reunião foi pautada no compromisso assumido pelos edis para definição de conteúdo de Carta Aberta ao Governador Rui Costa (PT) - visando providências emergenciais no confronto com a pandemia do coronavírus que assola o mundo e já beira a Ilha de Itaparica e seu entorno - Recôncavo e Região Metropolitana de Salvador. 

Participaram da histórica reunião os vereadores vera-cruzenses - presidente do Poder Legislativo, vereador Elton Castro (MDB), Arenilson da Conceição (PC do B), Jorge Rasta Carvalho (PRB), Fernando Santos (PSD), Paulinho Pharaó (PSDB), Beto Pra Mudar (PRB), Tatinho (MDB), Neto Mola (PRB) e Lico de Matarandiba (PP) – pelo outro lado - participaram o presidente do Poder Legislativo de Itaparica, vereador Jorge de Dadinho (PSB), e a vereadora Naiane de Jesus (PRB). 
O conteúdo da carta apresenta considerações contextualizadas relativas à pandemia do coronavírus com as seguintes providências: a) Instalação de leitos com respiradores de UTI e CTI no Hospital Geral de Itaparica – HGI e/ou Hospital Maria Amélia Santos em Vera Cruz, ambos com estrutura hospitalar específica e em perfeitas condições estruturais que atende a toda região e municípios circunvizinhos; b) Suspensão dos transportes aquaviários lanchas e ferry-boat, escunas e lanchas de passeios, fiscalizado pela AGERBA e Marinha do Brasil, deixando apenas horários para transporte de mercadorias, condução de pacientes com consultas agendadas, TFD, polícias, bombeiros, funcionários de saúde, trabalhadores que residam na ilha comprovadamente, servidores da Justiça, Poder Executivo e Legislativo, funcionários de cartórios, advogados e serviços essenciais, deixando à disposição ambulâncias 24h; equipe de prepostos da Vigilância Sanitária em Salvador no embarque das lanchas, ferry-boat e também na Ponte do Funil. 
Após a reunião, o presidente da Câmara Municipal de Itaparica conversou com a reportagem do Blog da Ilha de Itaparica. “A reunião foi proveitosa, há um só pensamento entre as duas câmaras de vereadores - a preocupação é nítida e tem que ser louvável – estamos lidando com vidas – e vidas não têm preço – precisamos unir todas as nossas forças para combater esse mal terrível que tem assolado a Terra neste momento. A proposta feita aqui foi de uma carta aberta direcionada ao Governo do Estado – solicitando, neste momento de crise na saúde – equipamentos para o Hospital Geral de Itaparica e a Maternidade Maria Amélia. A carta já está pronta, será assinada pelos seus representantes e será enviada ao Governo do Estado amanhã – terça-feira” – falou o presidente itaparicano Jorge de Dadinho, que comentou ainda sobre a sessão ordinária ocorrida na quinta- feira passada onde foi apresentado o Decreto de Calamidade Pública em Itaparica até o próximo dia 31 de dezembro. 
Já o anfitrião, presidente Elton Castro destacou que a reunião foi positiva. “Saiu uma Carta Aberta direcionada ao Governo do Estado que nós, vereadores de Vera Cruz, já assinamos e o representante dos vereadores de Itaparica – presidente Jorge de Dadinho – está levando para que seus pares tenham acesso ao conteúdo e assinem. A carta solicita apoio do governador no sentido de equipar nossos hospitais em Itaparica e Vera Cruz para combate à pandemia que afeta todo o mundo. Várias outras ações já foram tomadas pelo Executivo. Avançamos no fortalecimento da saúde pública dos dois municípios no combate ao coronavírus”, externou Elton. 
A Câmara Municipal de Itaparica tem reunião pública ordinária convocada para a próxima quarta-feira (8), às 10 horas da manhã, no Plenário Hipólito Godofrêdo da Casa Vicente Gonçalves da Silva. 
Por outro lado, a Câmara Municipal de Vera Cruz está trabalhando em estado de emergência e até o final da manhã de hoje não tinha nenhuma reunião pública convocada. 




Texto e imagem: Victor Vargas/Agência Guanabara-Kirimurê/Blogdailhadeitaparica 

Nenhum comentário:

Postar um comentário