Ajuda do governo federal deve corresponder a 50% das despesas, afirma Rui Costa

Durante entrevista para a CNN Brasil na tarde deste último sábado (30), o governador Rui Costa afirmou que a ajuda a Estados e Municípios sancionada pelo presidente Jair Bolsonaro nesta quinta-feira (28), deve corresponder a aproximadamente metade das despesas da Bahia no combate ao novo coronavírus (Covid-19).

“Essa ajuda que o Congresso aprovou e o presidente sancionou deve corresponder a no máximo 50% da nossa expectativa de diminuição de receita. Esse é o cálculo da Secretaria da Fazenda e portanto nós já iniciamos outro processo com outros poderes, como Ministério Público, Assembleia Legislativa e Justiça, de negociação dos novos parâmetros orçamentários no sentido de buscar um forte contingenciamento para que possamos atravessar esse ano de extrema dificuldade. Está se confirmando a previsão de 30% de queda na receita o que representa um valor expressivo”, afirmou Rui.

O governador ainda criticou a reunião entre governadores e Bolsonaro para definir os ajustes referentes ao aporte financeiro que aconteceu no dia 21 de maio. “Ela concluiu sem nenhum propósito concreto, já que o projeto só foi sancionado no último dia do prazo, já que a expectativa de todos é de que naquele mesmo dia o projeto pudesse ser sancionado”, avaliou.

O pedido de ajuda aos Estados e Municípios é estimado na ordem de R$ 120 bilhões. A Bahia deve receber aproximadamente R$ 2 bi.

*varelanotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário