Após anunciar saída há uma semana, Regina Duarte segue secretária de Cultura

Uma semana após anunciar que estava de saída do comando da Cultura, Regina Duarte, ainda não foi exonerada do ministério de Jair Bolsonaro. Até o final da tarde de hoje (28) o ato que desvincula a atriz do cargo de comando não foi publicado no Diário Oficial da União (DOU). A informação foi publicada pelo site UOL.

Bolsonaro e Regina anunciaram no dia 20 que ela seria transferida para o comando da Cinemateca, em São Paulo. Segundo a agenda pública da secretaria, nesta semana ela teve ao menos quatro atividades de despachos internos da pasta.
A atriz sofreu desgaste na pasta no tempo em que permaneceu na função. Ela não tinha apoio entre a classe artística e foi criticada quando, em entrevista à CNN Brasil, relativizou a tortura e minimizou mortes ocorridas durante a ditadura militar. Nos bastidores, o cargo na Cinemateca foi visto como uma saída honrosa para Regina.

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário