Cerca de 45% dos internados no Brasil têm entre 20 e 59 anos, aponta pesquisa

Diferentemente do que aconteceu na Europa, o Brasil vem registrando um perfil mais jovem nas estatísticas de casos registrados pelo novo coronavírus. Segundo levantamento feito pelo Portal Covid-19 Brasil, pelo menos 45% das pessoas internadas no país com a doença têm entre 20 e 59 anos.

O portal reúne cientistas de diversas instituições nacionais, e levantou os dados baseado no boletim divulgado pelo Ministério da Saúde no dia 3 de maio. As informações são do jornal Estado de S. Paulo.

Na visão dos especialistas, esse fenômeno acontece devido à pirâmide demográfica brasileira, além da pouca adesão da população às medidas de isolamento social e da desigualdade social no País.

"No Brasil, essa não é uma doença de gente idosa, é uma doença de gente mais nova", avalia a pneumologista Margareth Dalcolmo, pesquisadora da Fiocruz e uma das integrantes do portal. "Para se ter uma ideia, 43% das pessoas internadas por covid no Rio têm menos de 50 anos", relata.
Os dados são coletados a partir de informações do Registro Civil e também dos números dos casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), que não são contabilizados pelo Ministério da Saúde como coronavírus. Assim, o portal projeta o que seria o número real de infectados, incluindo as pessoas assintomáticas e as que apresentam sintomas leves da doença.

O número de mortes, porém, seguem a tendência mundial. Cerca de 85% são de pessoas acima de 60 anos, a grande maioria delas apresentando pelo menos uma comorbidade que as incluem no grupo de risco da doença. Em contrapartida, pouco mais de 10% dos mortos têm entre 20 e 50 anos, em comparação com 1% em Itália e Espanha, por exemplo.

*BahiaNotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário