Mulher tem R$ 600 negado por ser ‘presidente da República’, segundo carteira digital

Desempregada desde agosto do ano passado, Adeyula Dias Barbosa Rodrigues (31) teve seu pedido de auxílio emergencial negado por ocupar o cargo de Presidente da República, segundo consta em sua carteira de trabalho digital. As informações são do site “A Gazeta”.

O sistema aponta que ela trabalha como auxiliar de secretaria pela Prefeitura de Vila Velha e “Presidente da República” na Secretaria de Estado de Educação (Sedu). No entanto, de acordo com Adeyula, ela deixou a Sedu, onde trabalhava como cuidadora infantil, em agosto de 2019. Apesar de não ter mais vínculo com nenhum dos dois cargos que já ocupou, a base de dados do Governo consta Adeyula como emprega neste momento.

Confira uma captura de tela divulgada pela moça:

*varelanotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário