Senai rebate Anvisa e esclarece que túneis são para desinfecção de EPIs

O Senai Cimatec esclareceu que o túnel de desinfecção projetado pela instituição e instalado em hospitais da Bahia não é para ser utilizado em pessoas e sim para a desinfecção das superfícies dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs). O Cimatec emitiu nota após a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) publicar sobre a falta de evidências científicas de que o uso de túneis para desinfecção de pessoas tenham eficácia.

De acordo com o Cimatec, o Projeto Experimental de desenvolvimento do Túnel de Desinfecção, realizado em parceria com o governo da Bahia, atende adequadamente aos requisitos especificados na Nota Técnica 38/2020 de 7 de maio, da Anvisa, que permite o uso de túneis em ambientes controlados, em serviços de saúde, para uso exclusivo por profissionais que utilizem equipamentos de proteção individual (EPIs).

"O desafio do projeto é associar a eficácia do uso do túnel combinada às demais medidas de proteção individual (EPIs), frente à redução da possibilidade de contaminação dos profissionais de saúde", justificou o Senai. "O desinfetante utilizado (hipoclorito) já é amplamente recomendado e utilizado por décadas para uso na desinfecção de superfícies de ambientes hospitalares e domiciliares pela OMS [Organização Mundial da Saúde], Anvisa e órgãos internacionais de saúde, inclusive com eficácia comprovada para o novocoronavírus", ressalta o texto.

A nota ainda informa que, conforme a recomendação da Anvisa, o hipoclorito não deve ser utilizado diretamente sobre o corpo e sim sobre superfícies. "O objetivo do projeto é exatamente esse, reduzir a contaminação na superfície dos EPIs, em aplicação exclusiva para hospitais e para os profissionais de saúde, antes da etapa de desparamentação (retirada dos EPIs)".

A desparamentação é apontada inclusive como um dos momentos mais críticos para a contaminação dos profissionais de saúde, já que eles carregam em sua superfície uma alta carga viral.

O Cimatec alerta que mesmo com o auxílio dos túneis, após o uso dos EPIs, estes devem ser retirados cuidadosamente, mediante protocolo definido e amplamente divulgado para os profissionais.

*BahiaNotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário