Aneel estende proibição de corte de energia de consumidores inadimplentes até julho

A Agência Nacional da Energia Elétrica (Aneel) decidiu ontem (15) prorrogar o prazo de proibição de corte de energia dos consumidores inadimplentes. A medida valerá até 31 de julho. A informação foi divulgada pelo jornal O Globo.

A proibição de cortar o fornecimento de energia de inadimplentes está em vigor desde 24 de março e perdia validade na próxima semana.

A medida valerá para todo o Brasil, para todas as residências e para os serviços considerados essenciais.
"Por força de decretos do poder público, (os consumidores) mantiveram-se em isolamento social e perderam a capacidade de pagamento de suas faturas. Adicionalmente, a proibição da suspensão do fornecimento para essas unidades possibilitou que as distribuidoras focassem esforços nas atividades essencialmente necessárias para manter a continuidade do serviço no momento de pandemia”, disse a diretora da Aneel Elisa Bastos.

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário