Rui comemora nº de recuperados ter superado casos ativos de Covid-19, mas ressalta que não é hora de “baixar a guarda”

O governador Rui Costa comemorou o fato do número de pessoas recuperadas da Covid-19 ter superado o número de casos ativos da doença, embora avalie que ainda não é o momento de “baixar a guarda” com a doença.

“Isso significa que estamos curando mais pessoas nos últimos cinco dias que pessoas estão ficando contaminadas. Essa é a grande boa notícia do final de semana e que se manteve de ontem para hoje", disse em transmissão ao vivo nesta última segunda (22).

O governador também acrescentou que a chegada de pessoas infectadas de outros estados por meio do transporte interestadual tem sido um complicador, e criticou a ausência de controle da Agência Nacional de Transportes.

"Ouço os relatos dos prefeitos que testam as pessoas que chegam e elas detectam positivo para a doença. Isso acaba desencadeando novas contaminações em cada município. Se conseguíssemos controlar a chegada desses ônibus de outros estados, estaríamos em uma situação muito melhor", avaliou.

Ainda assim, Rui comunicou que os dados relacionados ao novo coronavírus apontam para uma estabilização no Estado. Municípios como Conceição do Jacuípe e Juazeiro, contudo, apresentaram crescimento de acordo com o governador. "Infelizmente, não dá para baixar a guarda e relaxar. Os números de óbitos ainda estão muito altos”, lamentou.

São 1441 mortos – 50 deles só nas últimas 24 horas. O governador ponderou que não necessariamente essas pessoas vieram a óbito de ontem para hoje, e que podem só ter a confirmação da morte pela doença recentemente.

“Estávamos em um patamar de 30 duas semanas atrás, pulamos para 40 e infelizmente chegamos ao patamar de 50. Se do ponto de vista dos dados a doença vai ganhando certo controle, ainda causa gigantesca preocupação", analisou.

Nesta segunda o governador realizou a vistoria final das obras do Roberto Santos, que não atende pacientes diagnosticados com o novo coronavírus. "Nós entregamos hoje 60 leitos novos de UTI. As salas de cirurgia novas que nós fizemos. Um investimento de R$ 34 milhões em toda essa nova área", destacou.

Ainda em julho, a unidade ganhará uma nova cozinha e refeitório na unidade. Posteriormente, o hospital ganhará 48 leitos de hemodiálise. O atual refeitório e cozinha será transformado em uma unidade especializada na saúde do homem.

*Bocão news

Nenhum comentário:

Postar um comentário