Após imagens íntimas vazadas, Paulo Carneiro desabafa: 'ato covarde' e 'desumano'

Após ter imagens íntimas divulgadas em redes sociais, o presidente do Vitória Paulo Carneiro manifestou nesta última segunda-feira (20), sua revolta com o vazamento de sua privacidade e classificou como "ato covarde".

"Em respeito aos meus familiares e amigos, faço a presente para esclarecer que fui vítima de um crime, em que me fotografaram sem minha autorização, sem minha ciência, na minha residência. Esperaram que eu dormisse e que virasse de costas", disse o presidente.

Paulo revelou também que a pessoa que fez a fotografia, uma mulher na qual o presidente teve "um curto envolvimento em um momento de crise conjugal", já foi identificada e confessou o ato. "Todas as providências já estão sendo tomadas, sob a orientação e cuidados dos advogados", completou.
"Sou apenas vítima de um ato desumano, tanto o ato de fotografar, quando de compartilhar a minha intimidade, configuram crimes. Lamento o episódio e o constrangimento causado, pois sempre busquei dar bons exemplos a minha família, amigos e a imensa comunidade que me acompanha desde do momento que me tornei uma figura publica", finalizou.

*bahianotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário