Mais de 7 mil servidores baianos receberam auxílio emergencial indevidamente

Um balanço do Tribunal de Contas da Bahia e da Controladoria Geral da União aponta que ao menos 7.152 servidores, entre ativos e inativos, além de pensionistas da administração estadual, receberam indevidamente o auxílio emergencial do governo.

O montante debitado na conta dos servidores chega a R$ 4.676.400 mensalmente, o que pode alcançar um valor total de R$ 14.029.200, caso as próximas duas parcelas de R$ 600 sejam pagas a eles.

O TCE-BA e a CGU aguardam o fornecimento das folhas de pagamento do Judiciário e do Legislativo, além do Ministério Público e da Defensoria Pública para realizar novo levantamento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário