Novo ministro da Educação exonera de uma só vez 4 integrantes da ala ideológica do MEC

Incorporando a missão de reduzir a carga ideológica no Ministério da Educação após a saída de Abraham Weintraub, o novo Milton Ribeiro exonerou, nesta segunda-feira (27), quatro integrantes que dominava a gestão passada.

Publicadas no Diário oficial da União de hoje, as demissões de Sérgio Sant’anna, Auro Hadano, Victor Metta e Eduardo Celino foram assinadas pelo número dois da pasta, Victor Godoy Veiga.

De acordo com a Veja, o olavista Sérgio Sant’anna chegou a ser cotado para ocupar o cargo de ministro. Ele é amigo de Eduardo Bolsonaro, filho do presidente da República. Ele atuava como assessor especial de Abraham Weintraub.

Também assessor especial do ex-ministro, Hadano advogou para Weintraub em causas particulares, a exemplos dos processos que tramitavam no Supremo Tribunal Federal (STF). Metta e Celino também estavam na função de assessor especial.

*bahianotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário