OMS reconhece que avaliou mal capacidade de saúde pública em países no início da pandemia

Passados mais de seis meses desde que o coronavírus foi descoberto e começou a se espalhar pelo mundo, a Organização Mundial da Saúde (OMS), reconheceu que avaliou de forma errada a capacidade de saúde pública de alguns países. O diretor de emergências OMS, Michael Ryan, afirmou nesta última quinta-feira (30) que a entidade deveria ter atuado nestes de maneira mais direta, em operações locais para combate à Covid-19.

"Houve um resposta lenta, no geral, para reagir quanto a rastreamento de contatos, investigação de surtos locais, testagem. Ser capaz de elaborar uma estratégia compreensiva para lidar [com a doença]".

Além de apresentar diretrizes técnicas, Ryan disse que a OMS também atua presencialmente em nações de renda média ou baixa, para prover assistência e direcionamentos. “Se pudesse voltar e mudar alguma coisa, acho que estaríamos melhor amparados ao oferecer essa operação”, reconheceu.

*bahianotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário