Planalto diz que não determinou afastamento de servidores que tiveram contato com Bolsonaro

O Palácio do Planalto afirmou ontem (8) em comunicado que não orientou o afastamento de servidores que tiveram contato próximo com o presidente Jair Bolsonaro. O presidente anunciou na última terça (7) que está com Covid-19.

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), uma pessoa infectada pode começar a transmitir o vírus nos seis dias anteriores ao início do aparecimento dos sintomas. Bolsonaro disse que sentiu febre na segunda (6). Na semana passada ele trabalhou normalmente, fez reuniões e recebeu políticos e autoridades.

A OMS indica também que uma pessoa que tiver contato próximo com algum infectado deve ficar 14 dias em isolamento social e afastada do local de trabalho.

*metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário