Governo anuncia acordo com rede privada para fornecer medicamentos em falta nas UTIs

O Ministério da Saúde anunciou, na noite de ontem (20), ações para adquirir e fornecer medicamentos que estão em falta para intubação de pessoas que possuam quadros graves de coronavírus. Uma das iniciativas foi um acordo com a rede privada para empréstimo de insumos.

Sem os remédios necessários, a ventilação mecânica não pode ser feita da maneira adequada e o paciente corre maior risco de morrer. A pasta, alerta desde maio sobre a falta dos já havia informado negociações para compra dos remédios no final de junho, mas o problema não foi resolvido.
Em coletiva, o órgão anunciou o acordo tripartite, com a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro, a Unimed/RJ e a Rede D’Or. Foram obtidas mil doses de dexmedetomidina, 48.867 de propofol e 5 mil de priaxim.

*metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário