OMS afirma que não há evidências de transmissão do coronavírus por alimentos

A Organização Mundial da Saúde (OMS) afirma que não existem evidências de que alimentos tenham sido contaminados pelo novo coronavírus (Covid-19) ao redor do mundo. A declaração foi feita na manhã desta última quinta-feira (13), logo após a China anunciar que detectou a presença do vírus em frango exportado pelo Brasil.

Maria Van Kerkhove, diretora técnica da OMS, disse que a entidade foi informada sobre os testes chineses aos produtos brasileiros e que, entre centenas de testes realizados em embalagens de todo o mundo, menos de dez deram resultados positivos. Além disso, ela falou que a China está procurando o coronavírus nas embalagens. “O vírus pode ficar nas superfícies por um tempo”, afirmou.

De acordo com a representante da OMS, “não existem sinais” de que a contaminação saia de alimentos. E, mesmo se isso ocorresse, o vírus em um alimento não sobreviveria ao ser cozido. “Não existem evidências de que alimento e cadeias de distribuição participem de proliferação”, disse o diretor de operações, Mike Ryan. Para ele, os alimentos não devem ser vistos como um risco. “É seguro”.

*varelanotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário