Partidos pedem que STF suspenda circulação de nova nota de R$ 200

Os partidos Rede, PSB e Podemos entraram com ação no Supremo Tribunal Federal (STF), na  quinta-feira (20), pedindo que a circulação da nova nota de R$ 200 seja suspensa.

As siglas ainda solicitaram que a nota seja considerada inconstitucional. Anunciada pelo Banco Central no final de julho, a circulação deve começar no fim de agosto.

Os partido argumentam que a criação de uma nota de R$ 200, um valor elevado, favorece a prática de crimes como corrupção, sonegação fiscal, lavagem de dinheiro, ocultação e evasão de divisas.

Sustentam ainda que o Banco Central não apresentou justificativas suficientes, nem estudos de impacto para sua decisão de lançar essa nova cédula. E dizem que o Ministério da Justiça e demais órgãos de enfrentamento à corrupção e ao crime organizado não foram ouvidos no processo.
A ação é baseada em manifesto público contra a criação da nova cédula, lançada no início do mês por dez organizações anticorrupção, dentre elas, Instituto Não Aceito Corrupção, Transparência Partidária, Transparência Brasil e Instituto Ethos.

*bahianotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário