Região do Nordeste apresenta maior taxa de crimes violentos no país em seis meses

Apesar de apresentar uma queda no número de homicídios, o Nordeste, no primeiro semestre de 2020, sofreu um grande aumento na taxa de crimes violentos (homicídios dolosos, latrocínios e lesão corporal seguida de morte), é o que dizem os dados do Monitor da Violência, criado pelo portal G1 em parceria com o Núcleo de Estudos da Violência da Universidade de São Paulo (NEV-USP) e o Fórum Brasileiro de Segurança Pública.

Ainda de acordo com o estudo do site, a Bahia foi o estado do Nordeste que sofreu a menor alta, apresentando uma porcentagem de aumento de 5,6%. Já o primeiro lugar é ocupado pelo Ceará, que impressionou dobrando o número de casos em relação ao ano passado e apresentou um aumento de 102,3%, apesar de ser o estado que mais reduziu assassinatos em 2019.
No total, o Nordeste apresentou aumento de 22,4% na taxa de crimes violentos, sendo o responsável pela alta da taxa de homicídios no país. As demais regiões permaneceram estáveis ou sofreram diminuição.

Com base nos dados dos 26 estados do Brasil, além do Distrito Federal, o país teve uma alta de 6% em casos de assassinato nos primeiros seis meses deste ano.

Foram registradas 22.680 mortes violentas, um aumento de 1.323 assassinatos em relação ao ano passado.

*varelanotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário