Saiba como a prisão de Ronaldinho pode ter feito o ex-jogador lucrar mais de meio milhão de reais

A prisão do ex-astro do futebol mundial, Ronaldinho Gaúcho, foi um dos assuntos mais comentados no ano de 2020. O ex-jogador, que foi preso no mês de março deste ano no Paraguai, por utilização de passaportes falsos, conseguiu sua liberdade na última segunda-feira (24) e já retornou para o Brasil.

O que muita gente não sabe é que Ronaldinho acabou ganhando dinheiro durante os 171 dias em que ele ficou preso. Para começar a entender a história, é necessário entender que quando conseguiu o direito de prisão domiciliar, o ex-jogador precisou fazer um depósito de 1.6 milhões de dólares como caução para o Governo do Paraguai no dia 7 de maio.

Com a soltura de Ronaldinho e do seu irmão Roberto de Assis, a multa que precisou ser paga pelo dois foi de 200 mil dólares, logo, foi devolvido para o ex-atleta o montante de 1.4 milhões de dólares.
Agora que começa o “trade” feito por Ronaldinho. No dia do depósito feito, o dólar estava valendo R$ 5,22, enquanto que no dia que o “Bruxo” foi solto a moeda americana estava valendo R$ 5,59, logo, durante os seis meses aproximados que ele ficou preso, o montante depositado por ele como caução rendeu R$ 592.000 devido à valorização do dólar.

Como a multa que Ronaldinho e seu irmão pagaram para serem liberados custou 200 mil dólares, cerca de R$ 1.120.00 na cotação atual, pode-se dizer que só foi necessário ele “tirar do próprio bolso” o valor de R$ 528.000, que equivale a aproximadamente 47%, ou seja, mais de 50% do montante total da multa foi pago pelo rendimento do depósito realizado por Ronaldinho ao Governo do Paraguai.

*Varelanotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário