Seguro de fiança locatícia em Salvador, como funciona?

Saiba quais os benefícios do serviço

O seguro de fiança locatícia representa o fiador no negócio de aluguel e assegura ao proprietário do imóvel o recebimento dos aluguéis e atribuições que estão vencidos e que não foram pagos pelo inquilino. Já para quem deseja alugar imóveis em Salvador também ganha com este acordo, isso dá ao inquilino mais agilidade na aprovação da sua oferta de aluguel.

O seguro de fiança locatícia é mensurado por regulamentos específicos, pela Lei do Inquilinato que estabelece e determina as garantias de locação. As normas gerais do seguro de fiança locatícia foram definidas em 2008, pelo Conselho Nacional de Seguros Privados (CNSP).

É proibido que um mesmo contrato de locação tenha mais de um seguro desse tipo. Além disso, o prazo de validade das garantias do seguro deve ser o mesmo que consta no contrato de locação. Quem deve pagar este seguro é o inquilino,
seja ele uma pessoa física ou jurídica.

Uma dúvida frequente das pessoas é quais os tipos de imóveis que podem realizar o contrato do seguro de fiança locatícia. Trata-se de um serviço que pode ser contratado para aluguéis de imóveis tanto comerciais quanto residenciais. O seguro de fiança locatícia libera a obrigatoriedade do inquilino encontrar um fiador e isso colabora para que o interessado em alugar um imóvel tenha uma redução nas suas economias para ter o dinheiro correspondente a 3 ou mais meses de aluguel, isso considerando que seja preciso realizar o depósito (caução) como garantia para o locador.

Porém, o seguro não desobriga o inquilino inadimplente de pagar sua dívida. A seguradora, que fez o pagamento do aluguel para o proprietário do imóvel, vai buscar a restituição do valor que gastou. A cobrança pode acontecer até mesmo de forma judicial.

Anteriormente citamos que o seguro pode ajudar na aprovação da oferta de aluguel, contudo, ele não funciona como garantia de aprovação. A proposta do seguro de fiança locatícia não poderá ser aprovada caso o candidato tenha o nome sujo. Outro motivo de não aprovação é quando a seguradora que faz a avaliação do candidato chegue a conclusão de que ele não possui a competência de arcar com os custos do pagamento do aluguel. Essa avaliação é parecida com a realizada pelas instituições de crédito.

Outra dúvida muito comum é qual é a renda imposta para aprovação do cadastro. Normalmente, deve ser comprovada uma renda mensal que seja correspondente a 3 ou 4 vezes o valor do aluguel. É comum que as seguradoras aceitem a formação de renda de até 3 pessoas que vão ou não a morar no imóvel.

Outra dúvida é sobre as vantagens que o seguro de fiança locatícia oferece em relação às outras opções. Uma negociação só é boa quando satisfaz todas as partes envolvidas. No caso do seguro os dois lados possuem vantagens.

As vantagens para o inquilino incluem evitar o constrangimento de buscar um fiador, pode dar mais agilidade na aprovação do contrato. Evita a utilização do caução, também pode receber descontos durante as renovações do seguro. Além disso, algumas seguradoras disponibilizam alguns serviços adicionais para o inquilino, basta perguntar se existe essa assistência e quais são elas. Já as vantagens para o proprietário são a rapidez na remuneração do aluguel do imóvel mesmo em caso de atraso ou inadimplência por parte do inquilino. Firma a garantia da locação até o fim do contrato, tendo a certeza de que vai receber o aluguel e encargos, mesmo caso o inquilino não pague. Há também a anulação do risco de fiadores profissionais.Também oferece coberturas extras de danos ao imóvel, multa por rescisão contratual e pintura completa do imóvel, entre outras. Também há a possibilidade de assistência jurídica da seguradora.

Há também vantagens para as imobiliárias, como a dispensa da análise de cadastro, que dessa forma é feita pela seguradora. Além disso, extingue o risco que a imobiliária assume ao aprovar o cadastro também elimina o custo que a imobiliária teria ao realizá-lo. Também pode oferecer a possibilidade de assistência jurídica da seguradora, caso seja necessário. A garantia do recebimento do aluguel assegura a regularidade no recebimento da taxa de administração do imóvel. Afinal, alugar casa em Salvador é um processo complicado e exige muitos riscos com o seguro esses riscos podem diminuir.

Mas, há outras opções além do seguro, as mais tradicionais são o fiador, depósito (ou caução). Contudo, a busca pelo seguro vem crescendo. Entre os motivos dessa tendência estão a adversidade em conseguir um fiador e as limitações impostas pelos proprietários de imóveis.

Além disso, as mudanças na Lei do Inquilinato também desmotivaram a aprovação de fiador, isso porque com as modificações realizadas é permitido que ele se retire do compromisso em certas situações. Já o depósito também deixa resistentes os proprietários que avaliam 3 meses de garantia de aluguel tempo insuficiente.

Em resumo, ao buscar uma kitnet para alugar em Salvador ou uma casa é mais vantajoso optar pelo seguro, pois há certa economia por não precisar realizar o depósito.


Gostou deste artigo? compartilhe em suas redes sociais para que mais pessoas saibam como funciona o seguro de fiança locatícia!


*Redator: Reginaldo caneto

Nenhum comentário:

Postar um comentário