Líder do governo na Câmara diz ser contra reeleição dos presidentes do Congresso

O líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR), afirmou ontem (11) ser contra a reeleição para as presidências da Câmara e do Senado.

“Eu pessoalmente sou contra reeleição. Eu acho que a renovação sempre é útil, a gente pode criar novas lideranças e dar novas oportunidades. Mas o governo e eu, como líder do governo, não daremos opinião sobre o episódio da eleição tanto do Senado quanto da Câmara”, disse em entrevista para o portal UOL.

Os atuais presidentes do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), buscam a recondução para as presidências das duas Casas em 2021.

A mudança parte de uma reinterpretação do texto constitucional, que hoje permite a reeleição para cargos do Executivo, como presidente, governador e prefeito, mas impede a reeleição para as presidências da Câmara e do Senado de forma consecutiva.
“Acho que é legítimo que eles [Davi Alcolumbre e Rodrigo Maia] procurem essa interpretação e vamos aguardar o resultado”, afirmou Barros. “O governo não se intromete em eleição de outro poder”, concluiu.

*metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário