Anvisa afirma que ainda não há pedido formal para registro de vacina russa no Brasil


A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) afirmou ontem (30) que até o momento não recebeu nenhum pedido de registro referente à vacina russa. O governo da Bahia já assinou um acordo para receber até 50 milhões de doses da vacina, batizada de Sputnik V.

Conforme a autarquia, na última quinta (29) chegou à agência apenas um e-mail do laboratório União Química, comunicando sobre a apresentação de documentos prévios. A Anvisa afirma ainda que não há nenhum pedido formal que trate da autorização de pesquisa clínica no Brasil para a vacina em questão.

O Fundo de Investimento Direto da Rússia (RDIF) havia declarado que ontem (29) foi realizada a pré-submissão dos documentos preliminares para registrar a vacina russa Sputnik V. Em uma parceria com a farmacêutica brasileira União Química e o governo do Estado do Paraná.

*metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário