Assaltantes confundem quiosques e roubam bijuterias em vez de joias em Teresina


Os assaltantes que invadiram um supermercado para atacar uma joalheria na noite da segunda-feira (5) erraram o alvo do assalto e saíram do local levando apenas bijuterias. Segundo a Polícia Militar, os criminosos confundiram as lojas e roubaram produtos que são vendidos por preços populares. Um suspeito foi morto durante a fuga, e um foi preso. Dois homens que teriam participado do crime estão sendo procurados.

Segundo a tenente-coronel Joseline, comandante do 5º Batalhão de Polícia Militar, os quiosques de joias e de bijuterias ficam lado a lado, dentro de um supermercado na Zona Leste de Teresina. Quando os criminosos invadiram o supermercado, assaltaram o quiosque errado.

"É um quiosque que vende bijuterias de plástico, de latão... É um local que costuma fazer promoções de ‘qualquer peça por R$ 10’, são peças baratas", comentou a tenente-coronel Joseline.

Além disso, segundo a tenente-coronel, não havia mais joias nas vitrines da joalheria que era o verdadeiro alvo dos criminosos. “A partir de determinado horário da noite, eles costumam recolher as joias e deixar só bijuterias ou semijoias expostas no quiosque”, disse.

Fuga e perseguição policial

O assalto foi registrado pelas câmeras de segurança do supermercado. O vídeo mostra os três homens armados, um deles com uma arma calibre 12. Nas imagens é possível ver ainda clientes assustados e correndo. Um segurança do supermercado foi rendido, ele teve seu colete e arma roubados. As bijuterias foram colocadas em sacolas e levadas pelos criminosos.

Após a fuga, uma equipe do Batalhão de Rondas Ostensivas de Natureza Especial (BPRONE), que fazia patrulhas na Zona Sudeste da capital, identificou um veículo semelhante ao usado no roubo e iniciou uma perseguição. Os criminosos logo abandonaram o veículo e tentaram fugir a pé. As bijuterias foram encontradas dentro do veículo e recuperadas.

Segundo a Polícia, durante a perseguição um dos suspeitos tentou roubar a moto de um policial à paisana e foi morto. Um segundo suspeito foi preso e o terceiro não foi identificado ou localizado até o momento. A polícia suspeita que uma quarta pessoa participou, como motorista, do assalto.

"Na Avenida Joaquim Nelson, próximo à agência da Caixa Econômica no Dirceu, os indivíduos pararam o veículo e começaram a fugir a pé. Um deles tentou tomar uma moto, mas, por azar dele, era de um policial, que atirou nele", informou o capitão Raphael Nepomuceno, do BPRONE.

*G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário