Boto-cinza é encontrado morto em praia de Ilhéus


Um boto-cinza com cerca de 1,70 metro foi encontrado morto na última sexta (23) em uma praia de Ilhéus, no sul da Bahia. Segundo o projeto (A)mar, que busca a preservação dos animais marinhos na região, o animal encalhou após se enrolar em uma rede de espera.

De acordo com o projeto é comum, para esta espécie, atingir os 2 metros, sendo que os indivíduos podem viver até aos 30 anos. É uma das menores espécies de cetáceos e sua distribuição é restrita, ocorrendo em apenas águas costeiras, baías, enseadas e estuários do oeste do oceano Atlântico, desde Honduras até o sul do Brasil. Apesar de o nome, por vezes, gerar confusão, o boto-cinza é uma espécie de golfinho. Esse foi o décimo boto encontrado morto na região este ano.

No mesmo dia, uma ave atobá marrom foi encontrada na praia e resgatada por ambientalistas. Ainda de acordo com o projeto (A)-Mar, o animal estava com um quadro clínico de cansaço depois de enfrentar as chuvas que atingiram a região. Somente este ano, 185 animais marinhos que encalharam e morreram em Ilhéus e proximidades.

*metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário