Covid-19: hospitais de Feira de Santana, Juazeiro e Vitória da Conquista têm saturação nos leitos de UTI


Hospitais de tratamento para a Covid-19 em pelo menos três cidades da Bahia - Feira de Santana, Juazeiro e Vitória da Conquista -, registram 100% de ocupação nos leitos de Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) para adultos, conforme dados Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) atualizados na tarde de ontem (23).  

O pior caso é o da cidade de Juazeiro, onde o único hospital para tratamento da doença, o Hospital Regional, tem todos os 9 leitos da UTI Adulto ocupados. 

Já em Vitória da Conquista, o hospital São Vicente de Paulo tem saturação nos 10 leitos da UTI Adulto, mas ainda há outros disponíveis nas demais unidades de saúde do município. Em geral, a cidade tem 62% de ocupação na UTI Adulto.  

Em Feira de Santana, tanto o hospital de campanha para tratamento de coronavírus, quanto o Hospital Geral Clériston Andrade, apresentam ocupação total, o que significa que 40 pessoas estão internadas no momento. Ao todo, a cidade tem 91% de taxa de ocupação na UTI adulto e 69% de taxa de ocupação geral, com 65 dos 94 leitos ocupados.

Na capital do estado, Salvador, a prefeitura determinou no último sábado (23) a reabertura de 10 leitos de UTI Covid no Hospital Municipal de Salvador (HMS), além da abertura de 20 novos leitos no Itaigara Memorial.

Mesmo assim, o Itaigara Memorial registra 85% de lotação no UTI Adulto, com pessoas em 17 dos 20 leitos disponíveis. Ao todo, o município tem 58% dos leitos de UTI para adultos ocupados. 

Outra preocupação de Salvador deve ser a porcentagem de ocupação na UTI pediátrica. O Instituto Couto Maia apresenta saturação nos 10 leitos disponíveis, enquanto o Hospital Martagão Gesteira tem 90% de lotação. 

Na região cacaueira, em Ilhéus, o Hospital Regional Costa do Cacau tem 93% de taxa de ocupação, com  27 pessoas internadas nos 29 leitos. Além disso, o Vida Memorial possui 8 dos 10 leitos ocupados, com taxa de lotação de 80%. Em geral, na cidade, a taxa a UTI Adulto tem 76% dos leitos ocupados.

Ainda no sul do estado, a prefeitura de Itabuna divulgou nesta manhã que o Hospital de Base Luís Eduardo Magalhães (Hblem) atingiu 100% de ocupação dos leitos de UTI. Os dados da Sesab, no entanto, apontam que apenas 10 dos 20 leitos estão ocupados. Ao todo, a taxa de ocupação da UTI adulto é de 50%.

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário