Voluntário da CoronaVac morreu por intoxicação, aponta laudo do IML


Um laudo divulgado ontem (12) pelo Instituto Médico Legal (IML) aponta que a causa da morte do voluntário da vacina CoronaVac, contra a Covid-19, foi uma intoxicação por agentes químicos externos, segundo informações da Globo News. 

No sangue da vítima foi detectada a presença de opioides, sedativos e álcool, o que confirma os indícios de uma morte por suicídio ou overdose, divulgados na última terça-feira (10). 

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) havia suspendido os testes da vacina chinesa, produzida pelo laboratório Sinovac, após o "evento adverso grave". A decisão, no entanto, causou polêmica. 

O Ministério Público chegou a solicitar que o Tribunal de Contas da União (TCU) avalie se houve alguma interferência ideológica na suspenão da Anvisa.

*metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário