Butantan contraindica adiamento de segunda dose da Coronavac


O Instituto Butantan afirmou que contraindica o adiamento da aplicação da segunda dose da vacina Coronavac. Algumas capitais, como São Paulo, Boa Vista, Rio Branco e Goiânia, estão utilizando todas os imunizantes disponíveis para ampliar o alcance de vacinados e o Rio de Janeiro planejava fazer o mesmo.

De acordo com uma nota divulgada ontem (21) pelo instituto, o estudo clínico da vacina, para confirmar a sua eficácia contra a Covid-19, foi realizado com um intervalo de 14 a 28 dias entre as duas doses. Sendo assim, não é possível saber qual seria a resposta imune em pacientes caso o período seja prolongado.

A eficácia geral da vacina ficou em 50,4%, taxa considerada adequada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Para casos graves, o índice de proteção é de 78%. Esses dados, porém, foram analisados apenas dentro do regime de duas doses.


*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário