Com gastos na pandemia, dívida pública ultrapassa R$ 5 tri pela primeira vez em 2020


Com os gastos extras no combate à pandemia de Covid-19 e seus efeitos econômicos, a dívida pública federal fechou o ano de 2020 em R$ 5 trilhões, maior valor já registrado.

Segundo o relatório divulgado ontem (27) pelo Tesouro Nacional, a dívida federal cresceu R$ 760,7 bilhões no ano passado. Entre as despesas que aumentaram estão as transferências para estados e municípios para serviços de saúde e o pagamento do auxílio emergencial por oito meses.

O rombo dá a dimensão de quanto o país gasta além do que arrecada e precisa ser coberto com a emissão de títulos no mercado, o que fez a dívida aumentar.


*metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário