Crise do oxigênio no Amazonas: entenda quanto falta e as ações para repor o insumo


Na quinta-feira (14), a situação dramática vivida em hospitais de Manaus chocou o país: pacientes estavam morrendo asfixiados, enquanto familiares e médicos corriam em busca por doações de cilindros de oxigênio. Com rápido aumento de internações por Covid-19, várias unidades de saúde da capital amazonense ficaram sem insumos básicos, como o oxigênio.

Entre os entraves para suprir o déficit estão a capacidade de produção dos fornecedores e as dificuldades logísticas do transporte de gás de outros lugares para Manaus. Veja os números a seguir.

Demanda de oxigênio

  • Consumo em períodos sem pico de internação: entre 15 e 17 mil metros cúbicos por dia
  • Consumo no pico das internações, 14 de janeiro: 76,5 mil metros cúbicos no dia

Capacidade de produção

  • Produção das três fornecedoras da região (White Martins, Carbox e Nitron): 28,2 mil metros cúbicos diários
  • Portanto, o déficit é de 48,3 mil metros cúbicos

O que foi feito nesta semana

  • Aviões da FAB estão levando oxigênio de outros estados para Manaus; nos próximos dias, o volume deve chegar a 22 mil metros cúbicos;
  • Na segunda (11), 50 mil metros cúbicos de oxigênio chegaram de balsa, vindos de Belém;
  • A White Martins procura importar oxigênio da Venezuela;
  • O governo do Amazonas requisitou oxigênio de indústrias do Polo de Manaus e algumas delas já anunciaram doações, como Whirlpool, Honda, LG e Electrolux. Do fim de semana até terça-feira, foram doados 43 mil metros cúbicos, segundo o Centro das Indústrias do Amazonas
  • O governo federal vai construir 10 miniusinas nos próximos dias em Manaus, que vão gerar 5 mil metros cúbicos diários
  • Artistas estão fazendo campanha por doação de oxigênio
  • As ações emergenciais para trazer oxigênio ainda não tem suprido a demanda, e pacientes estão sendo transferidos a outros estados.

Dificuldades logísticas

Capacidade de oxigênio que pode ser levado em um avião Hércules C-130, um dos maiores cargueiros do mundo: 6 mil metros cúbicos de oxigênio líquido

Capacidade de oxigênio que pode ser levado em um Boeing cargueiro: 3 mil metros cúbicos de oxigênio gasoso.


*G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário