Rui Costa diz que aprovação do uso emergencial das vacinas contra a Covid-19 foi uma 'vitória da ciência'


O governador da Bahia, Rui Costa (PT), comemorou nas redes sociais, a aprovação da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), por unanimidade, do uso emergencial das vacinas Coronavac e da Universidade de Oxford contra a Covid-19, feita neste último domingo (17).

Na publicação, Rui Costa comemorou dizendo que a aprovação das vacinas foi uma "vitória da ciência" e classificou este domingo como o "dia de esperança" para todos os brasileiros.

"Vitória da ciência! Finalmente a Anvisa autorizou o uso emergencial das vacinas #CoronaVac e da Universidade de Oxford no #Brasil. Dia de esperança para todos nós brasileiros", disse o governador da Bahia.

Ru Costa também falou que quer "salvar vidas e combater o negacionismo" e que a Bahia está pronta para começar as vacinação.

"Vamos salvar vidas e combater o negacionismo. Que as vacinas cheguem logo à #Bahia. Já estamos a postos", afirmou.

Mais cedo, o prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), também usou as redes sociais para comemorar a aprovação do uso emergencial das vacinas Coronavac e da Universidade de Oxford contra a Covid-19.

Ainda neste domingo, o governo estadual anunciou que as vacinas contra a Covid-19 ficarão na sede do Grupamento Aéreo da Polícia Militar (Graer) antes de serem distribuídas para os 417 municípios baianos.

Plano de vacinação na Bahia

O plano de imunização estadual contra a Covid-19 foi divulgado pelo governo da Bahia na sexta-feira (15). Ele será dividido em quatro etapas e cada fase da campanha de vacinação terá a duração de um mês.

De acordo com o governo do estado, estão previstas 5.114 salas de vacina em todo o estado e serão necessárias 10,2 milhões de seringas e agulhas, considerando que os imunobiológicos possuem duas doses.

Segundo informações da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), é possível que os idosos com mobilidade limitada ou que estejam acamados sejam vacinados em casa.

Nos centros urbanos, o drive-thru será estimulado e no caso dos profissionais de saúde que trabalham nos hospitais, a vacinação ocorrerá nas próprias unidades.

O plano de vacinação estadual é semelhante ao de Salvador, divulgado pelo prefeito Bruno Reis, na terça-feira (12). Na ocasião, ele detalhou que a capital pode aplicar 100 mil doses por dia e que tem material para a vacinação, assim como os locais de armazenamento.


*G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário