BEM: governo pretende retomar programa que reduz jornadas e salários


O Benefício Emergencial de Preservação do Emprego e da Renda (BEM), vai retornar em 2021. Segundo a CNN Brasil, o ministro da Economia Paulo Guedes deve anunciar nas próximas semanas a retomada do programa que autoriza empresas a cortar a jornada de trabalho e o salário de seus funcionários. 

Ainda de acordo com fontes ouvidas pelo canal de TV, o plano de Guedes é que ele volte de forma adaptada e com previsão de gastos dentro do orçamento. No ano passado, os gastos com o BEM, que somaram R$ 51,5 bilhões, foram possíveis graças ao Orçamento de Guerra, que flexibilizou as regras fiscais. Em 2020 o programa teve início em abril e seguiu até dezembro.

O anúncio da nova rodada do BEM deve acontecer em conjunto com outras medidas de estímulo à economia, como a antecipação do pagamento do décimo terceiro salário para aposentados e pensionistas do INSS. A proposta já foi encaminhada ao Palácio do Planalto.


*varelanotícias


Nenhum comentário:

Postar um comentário