China libera mais 5,6 mil litros de matéria-prima para produção de doses da CoronaVac


O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou ontem (1º) que o governo da China liberou a exportação de mais 5,6 mil litros de insumos para que o Instituto Butantan produza a vacina Coronavac no Brasil. A matéria-prima deve ser entregue até dia 10 de fevereiro.

De acordo com o governador, os insumos são suficientes para produzir mais 8,7 milhões de doses do imunizante. A China já havia liberado 5,4 mil litros de matéria-prima para o país, que chegam na próxima quarta-feira (3), no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas.

O instituto espera receber insumos suficientes para a produção das 40 milhões de doses que faltam do acordo feito com a farmacêutica chinesa Sinovac até o mês de abril.


*metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário