Falta de trabalho bate recordes em 2020, diz IBGE


A Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), divulgada ontem (26) pelo  Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) aponta que nos últimos três meses do ano passado,  32 milhões de brasileiros estavam sem trabalho. Dentre eles, 5,8 milhões desistiram de procurar uma oportunidade no mercado.

Segundo os critérios adotados pelo IBGE. o número reúne os desempregados, os chamados desalentados (que desistiram de procurar emprego), aqueles que estão subocupados (trabalham menos de 40 horas semanais), além dos que poderiam estar ocupados, mas não trabalham por motivos diversos.

O número daqueles que desistiram da busca pelo emprego chegou, inclusive, bateu recordes em 2020. Na média anual, chegou a 5,5 milhões o número de brasileiros que desistiram de procurar emprego, número 16,1% maior que o de 2019 e o maior já registrado pelo IBGE. Outro recorde foi o do número de desempregados, O país fechou 2020 com uma média de 13,4 milhões de desempregados, o maior total desde que a pesquisa continua surgiu, em 2012.

*metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário