Governador da Bahia anuncia início do ano letivo da rede estadual para março


O governador da Bahia, Rui Costa, anunciou que o início do ano letivo 2020/2021 na rede estadual de ensino está programado para o próximo 15 de março, de forma 100% remota. A volta do ensino presencial não tem data prevista e está condicionada aos parâmetros sanitários relacionados à Covid-19 na Bahia.

O anuncio foi feito pelo governador e pelo secretário da Educação, Jerônimo Rodrigues, na noite desta última terça-feira (23), durante o Papo Correria, encontro virtual em que o Rui Costa responde a perguntas em uma transmissão online.

Estudantes da rede estadual serão matriculados automaticamente. O responsável pelo aluno não precisa até a escola, pois o ano é continuo. Serão cursados dois anos em um ano letivo. Porém, se o estudante deseja migrar de outra rede de ensino para a rede estadual, a matrícula será a partir do dia 5 de abril, para estudantes de fora da rede estadual.

O planejamento da Secretaria da Educação do Estado prevê a realização dos dois anos letivos, de 2020 e 2021, até o dia 29 de dezembro, com 1.500 horas aula. Serão três fases de atividades escolares. Após a etapa 100% remota, será a vez da fase híbrida, com três dias da semana de aulas remotas e outros três de aulas presenciais e, por fim, a retomada das aulas 100% presenciais.

Durante o encontro virtual, Rui também anunciou a melhora do Secretário de Saúde, Fábio Vilas-Boas, que está internado com Covid-19, em Salvador. O gestor, que na segunda-feira (22) tinha ido para UTI, foi transferido para o quarto nesta terça.

Fechamento total

Na transmissão, Rui Costa disse também que existe a possibilidade de o governo adotar medidas mais rígidas.

"Há possibilidade sim, de ter fechamento total se nada surtir resultado, vamos ampliando isso, chegando no limite de fechar tudo."

Desde sexta-feira (19), vigora na Bahia o decreto de toque de recolher. Inicialmente, a medida começava a partir das 22h. Porém, desde segunda (22), o horário de restrição de circulação foi antecipando e começa às 20h e vai até 5h. Ao todo, 381 cidades estão inclusas no decreto.


*G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário