Promessa de Bolsonaro de ampliar faixa de isenção do IR custará R$ 74 bi aos cofres públicos


A promessa de campanha renovada em janeiro pelo presidente Jair Bolsonaro de ampliar a isenção do Imposto de Renda custará quase R$ 74 bilhões aos cofres públicos.

Segundo o jornal O Estado de S.Paulo, estudo da Associação Nacional dos Auditores da Receita Fiscal (Unafisco) mostra que a nova promessa de Bolsonaro beneficiaria 4,3 milhões de contribuintes, que ficariam isentos do tributo. Isso representaria uma redução de R$ 73,87 bilhões na arrecadação do governo federal.

Desde a campanha, Bolsonaro, em um aceno à classe média, prometia ampliar a isenção do tributo.

Na época, o compromisso era passar o limite para cinco salários mínimos — hoje, seria o equivalente a R$ 5,5 mil.


*metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário