Bolsonaro critica decisão de Fachin após anulação de condenação de Lula e diz que ministro 'tem forte ligação com o PT'


O  presidente Jair Bolsonaro afirmou que a decisão do ministro Edson Fachin que anulou os processos contra o ex-presidente Lula, apesar de previsível, é surpreendente.  “É possível prever o que eles pensam e colocam no papel. O ministro Fachin sempre teve uma relação próxima com o PT então não nos estranha uma decisão nesse sentido. Mas essa decisão surpreendeu, afinal de contas as bandalheiras que esse governo fez estão claras perante toda a sociedade”, disse Bolsonaro em entrevista à CNN.

Para o presidente, a decisão precisará ser revista para ter completa validade. “Vai precisar passar pela turma ou pelo plenário para ter sua eficácia. Não pode, em hipótese alguma, um homem só ser o senhor do destino de um julgamento como esse. Eu acredito que o povo brasileiro não queira um candidato ou pensar em eleger ele em 2022”, comentou o presidente inclusive considerando os reflexos da anulação nas próximas eleições presidenciais.

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário