Medidas restritivas são prorrogadas até o dia 15 de março em Salvador e RMS


A prefeitura de Salvador anunciou na tarde de ontem (6) que as atividades não essenciais da capital baiana e região metropolitana serão suspensas até o dia 15 de março, em decorrência do aumento no número de casos da Covid-19. A decisão foi tomada neste sábado pelo prefeito Bruno Reis, pelo governador Rui Costa e demais gestores da RMS.

No encontro virtual, os gestores trataram dos protocolos para o retorno das atividades econômicas de forma escalonada, mas os detalhes só serão discutidos em um próximo encontro, previsto para a próxima terça-feira (9).

Além do toque de recolher, determinado pelo governo do Estado até o dia 1º de abril, fica vedada a prática de quaisquer atividades esportivas coletivas amadoras durante o período, sendo permitidas as práticas individuais, desde que não gerem aglomerações. Além disso, deverão ser suspensos eventos e atividades, independentemente do número de participantes e ainda que previamente autorizados, que envolvam aglomeração de pessoas.

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário