Ministério da Saúde pede celeridade à Pfizer na entrega de doses


Em uma reunião na tarde de ontem (29), com  a presidente da Pfizer Brasil, Marta Díez, o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga pediu celeridade na entrega de 50 milhões de doses da vacina produzida pelo laboratório neste mês.

Um contrato assinado entre a pasta da saúde e a farmacêutica confirmou a aquisição de 100 milhões de doses. O cronograma indicado no acordo, no entanto, prevê a entrega de 13,5 milhões de doses no segundo trimestre de 2021, ou seja entre abril e junho. As demais, devem chegar apenas entre julho e setembro.

No encontro, Queiroga pediu que as primeiras 50 milhões de doses sejam enviadas ao Brasil em curto prazo.

“Precisamos ampliar a nossa capacidade vacinal agora. Convido vocês para fazermos esforços conjuntos para garantir essas vacinas o quanto antes”, disse o ministro. A presidente do laboratório reafirmou o prazo de entrega entre abril e maio e que os lotes chegaram a cada semana.

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário