Lacen-BA ultrapassa marca de 1 milhão de testes de Covid-19 realizados; quase 40% foram positivos


A Bahia já realizou mais de 1 milhão de testes RT-PCR, para detecção de coronavírus (Covid-19), através do Laboratório Central de Saúde Pública Professor Gonçalo Moniz (Lacen-BA), segundo informações da Secretaria da Saúde do Estado (Sesab).

O número foi ultrapassado cerca de 13 meses após o registro do primeiro caso positivo, em 6 de março de 2020, na cidade de Feira de Santana, a 100 quilômetros de Salvador.

Nesta última segunda-feira (12), a Bahia registrou 1.581 casos de Covid-19 nas últimas 24 horas, de acordo com a Secretaria Estadual de Saúde. O boletim também registra 95 mortes. Apesar de terem ocorrido em diversas datas, a confirmação e registro das mortes foram realizadas nesta segunda.

Dos 840.976 casos confirmados desde o início da pandemia, 809.771 são considerados recuperados, 14.594 encontram-se ativos e 16.611 tiveram óbito confirmado, representando uma letalidade de 1,98%.

Durante o período, segundo a diretora-geral do Lacen-BA, Arabela Leal, foram comprados extratores, pipetadores, amplificadores, termocicladores, insumos, além de um sequenciador, equipamento que realiza o sequenciamento genético do coronavírus.

Além disso, foi realizada a contratação de pessoal para ampliação do serviço e, desse modo, a unidade passou a funcionar 24 horas, sete dias por semana.

Confira o detalhamento de informações:

Período de 1° março 2020 a 12 de abril de 2021, às 14h00

Exame: vírus respiratório

  • Total de exames liberados: 1.001.761 exames
  • Total de exames detectável: 378.683 exames
  • Total de exames inconclusivo: 27.917 exames
  • Total de exames não detectável: 595.161 exames
  • Total de exames em análise: 4.091 exames

Números em porcentagem:

Coronavírus SARS-CoV-2

  • Detectável: 37,80%
  • Inconclusivo: 2,79%
  • Não detectável: 59,41%
  • Total geral: 100%

Sequenciamento

De acordo com a Sesab, durante o período de 18 de setembro até 30 de março de 2021, o Lacen-BA realizou o sequenciamento de 175 genomas completos do SARS-CoV-2 (coronavírus), identificando a circulação de 13 linhagens diferentes de coronavírus.

A unidade tornou-se referência nacional para fazer o sequenciamento genético de amostras da Bahia e de outros cinco estados (Sergipe, Alagoas, Piauí, Pernambuco e Rio Grande do Norte).

Novas Linhagens

Em janeiro de 2021, foram também detectadas no estado as novas variantes do SARS-CoV-2, recentemente identificadas no Brasil, sendo elas a variante P.1 e P.2 isoladas pela primeira vez no norte (Manaus, Amazonas) e no sudeste do país (Rio de Janeiro).

Em fevereiro de 2021, também foi detectada a linhagem peruana C.14, marcando a introdução da mesma através de um viajante por meio de um navio, e a linhagem B.1.1.7 ou variante do Reino Unido ou britânica, detectada no Reino Unido pela primeira vez no início de dezembro de 2020.


*G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário