TCU determina que Ministério da Saúde dê 'imediata destinação' a testes de covid prestes a vencer


Sob pena de multa, o Tribunal de Contas da União determinou que o Ministério da Saúde dê 'imediata destinação' a testes de Covid-19, com vencimento entre maio e junho, que poderiam servir para diagnosticar cerca de três milhões de pessoas. A informação foi divulgada pelo jornal O Globo.

Os dados constam de uma decisão do ministro Benjamin Zymler que aponta "risco iminente" de perda dos testes e "discrepância" entre o número de kits registrados nos relatórios de entrada e saída fornecidos pela pasta e o inventário realizado pelo próprio ministério.

O despacho do ministro ressalta ainda que a apuração sobre o atraso na destinação dos testes poderá ensejar a responsabilidade de agentes públicos.

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário