Nº de pacientes na fila UTI Covid na BA cresce 400% em uma semana, alerta Vilas-Boas

Foto: Bahia Notícias

Em uma semana, cresceu 400% o número de pacientes com Covid-19 que ficam internados nas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) e emergências mais de 24 horas aguardando um leito de UTI na Bahia, de acordo com o secretário da Saúde, Fábio Vilas-Boas. Ele apresentou o dado nesta terça-feira (25) e sinalizou a preocupação com o agravamento da crise sanitária estado e no Brasil, ainda mais com a proximidade do São João.

O novo agravamento da pandemia e a possibilidade de uma terceira onda na Bahia já é reconhecido pela gestão estadual. Desde a semana passada o secretário vem fazendo alertas sobre o crescimento de casos ativos. O ponto de partida tem sido apontado como Dia das Mães. A celebração da data reuniu famílias e promoveu aglomerações por todo o estado.

Vilas-Boas destacou, em entrevista à rádio Metrópole, que as pessoas se preocupam com o percentual de ocupação de UTIs, mas que as atenções também tem que estar voltadas ao tempo e número de pacientes aguardando um leito.O secretário apresentou o dado de que há 90 dias o estado registrava 513 pessoas esperando mais de 24 horas por uma vaga na UTI, após abertura de novos leitos e medidas restritivas o número foi reduzido e chegou a uma média de 50 por dia. Mas o estado vem assistindo nos últimos dias um novo crescimento. “Foi subindo para 80, 100, 120, hoje cedo chegou a 180, um aumento de 400% em uma semana”, alertou Fábio Vilas-Boas.

No mês de junho tradicionalmente se celebra o São João e São Pedro. Desde o ano passado as festas estão proibidas por decreto estadual, mas eventos clandestinos ocorreram em 2020 e também devem ocorrer neste ano. O governo do estado e os gestores municipais reconhecem que não têm recursos suficientes para uma fiscalização rígida em todos os 417 municípios.

Em uma tentativa de reduzir aglomerações e aumento dos casos, o governo baiano determinou a suspensão do transporte intermunicipal no período de três dias antes do São João e três dias depois. A informação foi divulgada na noite desta terça-feira (25) pelo governador Rui Costa durante o “Papo Correria”. Rui já havia confirmado a suspensão, mas não tinha detalhado como ela aconteceria. 

*Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário