POLICIA CIVIL PRENDE CASAL ACUSADO DE ESTUPRO

Foto: BarrigaNotícias

A Polícia Civil de Santo Antônio de Jesus, através do SI da 1ª Delegacia Territorial, deu cumprimento ao mandado de prisão preventiva em desfavor do casal P.V.V.B.S., 22 anos e sua esposa T.S.A., 18 anos, pelo cometimento de crimes sexuais envolvendo menor de 13 anos de idade.

De acordo com as investigações, o casal possuía um canal na plataforma de aplicativo Instagram, onde produzia lives para os seus seguidores. Para tanto, convidava meninas menores de idade para participar de seu canal, o qual possuía conteúdo sexual, com cenas de sexo explícito. 

A mulher era encarregada de selecionar e recrutar as meninas para participarem das lives, além de filmar o seu companheiro praticando sexo com as menores. Numa dessas lives, ocorrido no início do mês de janeiro do corrente ano, o casal praticou cenas de sexo com uma garota de apenas 13 anos de idade, o que foi transmitido ao vivo para os seus seguidores. O casal fornecia bebidas alcoólicas para as menores antes das gravações. A live “bombou” . 

Ocorre que o vídeo ganhou forte divulgação na Cidade de Santo Antônio de Jesus e região, passando a ser distribuído em outras redes sociais, como o aplicativo WhatsApp, chegando até a Polícia Civil, que abriu uma investigação para apurar o caso. Ao final da investigação, a Autoridade Policial representou pela decretação da prisão preventiva do casal, que foi deferida pelo Juiz Criminal e cumprida no dia de hoje. 

Além do estupro de vulnerável do Código Penal, o casal irá responder pelos crimes dos Artigos 240, por recrutar, filmar, contracenar e distribuir cenas de sexo com menores e o Artigo 243, por fornecer bebida alcoólica a menores de idade, ambos dispostos no estatuto da Criança e do Adolescente – ECA, podendo ultrapassar 27 anos de prisão.

Os celulares do casal foram apreendidos com autorização judicial e encaminhado a perícia técnica, para extração do seu conteúdo.

O casal será encaminhado para o Presídio de Salvador, onde permanecerá à disposição da Justiça Criminal.

Fonte: PC

Nenhum comentário:

Postar um comentário