Por cobranças da Anvisa, secretário prevê atraso de um mês na chegada da Sputnik V

Foto: Divulgação

O secretário de Saúde da Bahia, Fábio Vilas-Boas, afirmou nesta sexta-feira (25), em entrevista à TV Bahia, que as primeiras 300 mil doses da vacina contra a Covid-19 Sputnik V chegarão com cerca de um mês de atraso ao estado.

Inicialmente prevista para chegar no início de julho, o dirigente da pasta informou que a nova previsão é de que a remessa do imunizante russo seja recebida apenas no final do mês. “De fato, não foi possível no começo de julho, mas eu creio que até o final deste mês nós tenhamos a vacina aqui em solo brasileiro”, disse.

Segundo Vilas-Boas, a situação ocorre devido às exigências da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), apesar dos esforços do governo do estado. "Nós estamos cumprindo todas as exigências. Foram 29 exigências da autoridade regulatória da Anvisa. Essa documentação está sendo providenciada pelos russos. Na sexta-feira, o governo da Bahia já fez a publicação da reserva do recurso para poder fazer o pagamento: cerca de US$ 90 milhões serão utilizados para fazer esse pagamento”, esclarece.

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário