Alemanha estuda combinação de vacinas distintas contra variante da Covid-19

Foto: Reprodução / Tobias Schwarz - AFP

O ministério  da Saúde alemão anunciou, nesta última sexta-feira (2), que a Alemanha já está esperando por uma nova onda da pandemia da Covid-19, causada pela variante do coronavírus Delta, identificada pela primeira vez na Índia. Na ocasião, o ministro Jens Spahn informou que o país está testando a combinação de vacinas para tentar barrar a variante. 

De acordo com as informações da Reuters, e conforme divulgou o portal G1, o ministro alemão  disse a jornalistas que o país pretende combinar, no futuro, uma primeira dose da vacina da AstraZeneca com uma segunda dose de uma outra vacina baseada em RNA mensageiro, como, por exemplo a da Pfizer/BioNTech ou da Moderna.Isso por que testes com o acréscimo de uma dose de um imunizante de RNA apontou uma proteção maior contra a variante Delta.
Jens Spahn informou ainda que o país tem doses suficientes de todas as vacinas para fazer essa alteração, assim como para fornecer doses de reforço para quem quiser tomá-las no outono do Hemisfério Norte. A variante delta do coronavírus (B.1.617) foi identificada pela primeira vez na Índia no ano passado. Ela tem uma mair transmissibilidade e demonstra uma taxa de crescimento "substancialmente aumentada" em comparação com outras variantes. 

*bahianotícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário