TCU identifica irregularidades no banco de dados do INSS

Foto: Arquivo/Agência Brasil

O Tribunal de Contas da União (TCU) identificou indícios de irregularidade ou fraude em pagamentos de benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) que somam R$ 2,7 bilhões por ano.

O valor inclui o 13º salário pago a esses beneficiários.

Nesta última quarta (21), a corte determinou ao INSS que revise os benefícios com esses indícios e indique providências ou controles internos que serão adotados.

O tribunal não detalhou quantos benefícios foram somados para chegar à cifra de R$ 2,7 bilhões anuais.

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário