Farmacêutica dará início a testes clínicos de vacina contra Covid-19 em forma de pílula

Foto: Reprodução/Pixabay

A empresa farmacêutica israelense Oramed vai iniciar testes clínicos de uma vacina Covid-19 em forma de pílula. Os ensaios estão previstos para ser iniciados nos primeiros dias deste mês de agosto, conforme informou o CEO da empresa, Nadav Kidron, em entrevista a Agência AFP.

Caso se confirma a eficácia da vacina nesse novo método, as pessoas seriam imunizadas sem agulhas e sem necessidade de profissionais da saúde para administrar. Diante disso, o argumento de Kidron é que este tipo de vacina oral seria atraente para o mundo em desenvolvimento porque reduz a carga logística das campanhas de imunização.

Além disso, a visão da farmacêutica é de que esse tipo de vacina também interessaria aos países mais ricos, onde a aversão às agulhas é um fator frequentemente esquecido, destaca matéria do jornal O Globo. Uma pesquisa recente descobriu que quase 19 milhões de americanos que recusam as vacinas as tomariam se tivessem a opção de pílula.
Outro ponto positivo apontado pelo CEO da Oramed é a redução do desperdício de plástico e seringa e, potencialmente, menos efeitos colaterais.

*Bahia Notícias

Nenhum comentário:

Postar um comentário