Mudanças climáticas causadas pela humanidade não têm precedentes, aponta relatório da ONU

Foto: Arquivo/Agência Brasil

Os seres humanos são responsáveis por um aumento de 1,07°C na temperatura do planeta, de acordo com relatório do Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas (IPCC, sigla em inglês) publicado nesta segunda-feira (9). Esta é a primeira vez que o órgão da Organização das Nações Unidas (ONU) quantifica a responsabilidade das ações humanas no aumento da temperatura na Terra.

O documento nomeado "Climate Change 2021: The Physical Science Basis" destaca ainda que o papel da influência humana no aquecimento do planeta é inequívoco e inquestionável. As mudanças no clima não têm precedentes ao longo de séculos e até milhares de anos, e todas as regiões do globo já são afetadas por eventos extremos como ondas de calor, chuvas fortes, secas e ciclones tropicais provocadas pelo aquecimento global.
Reduções fortes e sustentadas na emissão de dióxido de carbono (CO²) e outros gases de efeito estufa ainda podem limitar as mudanças climáticas, mas pode levar até 30 anos para que as temperaturas se estabilizem caso essas reduções ocorram.

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário