Resistência de variante delta pode fazer distanciamento social durar mais tempo, diz presidente do Conass

Foto: Divulgação/Sesab

Para o presidente do Conselho Nacional de Secretários de Saúde, Carlos Lula, as pesquisas iniciais que apontam que imunizantes possuem eficácia significativamente mais baixa contra a variante delta em relação a outras variantes do coronavírus. Para ele, isso indica que ainda não podemos ter certeza de que o pior da pandemia já passou no Brasil.

Lula, que é secretário de Saúde do Maranhão, afirma que “medidas de distanciamento social podem levar mais tempo do que o esperado, infelizmente”.
O presidente do Conass pede cautela e prudência. Ele faz referência ao recente estudo nference-Mayo Clinic, que comparou dados de eficácia da vacina da Pfizer em janeiro e em julho nos Estados Unidos. No mês passado, com a variante delta já prevalente, a eficácia da Pfizer foi de 42%, contra 76% de janeiro, mostrou o estudo, que ainda é preliminar e não passou por revisão de pares.

*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário