Fila de espera do Bolsa Família tem 2,2 milhões de pessoas; 215 mil estão na Bahia

Foto: Agência Brasil

Enquanto espera que o Congresso faça uma reforma em busca de recursos para criar o novo programa de benefícios sociais —chamado de Auxílio Brasil—, o governo federal tem 2,2 milhões de famílias elegíveis, mas em fila de espera no programa Bolsa Família. Na Bahia, 215.496 esperam receber o benefício. Os dados constam de uma reportagem publicada nesta quarta-feira (29) pelo portal UOL.

Segundo a publicação, os números são referentes ao mês de junho e foram levantados pela câmara temática da assistência social do Consórcio Nordeste (grupo que reúne os nove estados da região). O número de famílias cresceu quase 20% em apenas quatro meses, já que era 1,8 milhão em fevereiro.

O critério usado para classificar a demanda reprimida foi o de famílias que possuem perfil para o programa, mas aguardam a concessão pelo governo federal.
É no Nordeste, por sinal, que está a maior parte dessa fila, com 844.372 famílias.

Ao UOL, o Ministério da Cidadania afirmou que "tem trabalhado sistematicamente para fortalecer os programas sociais e estabelecer uma rede de proteção para a população em situação de vulnerabilidade no país".

A pasta afirma que é compromisso da atual gestão "ampliar o alcance das políticas socioassistenciais", mas alega que há restrições orçamentárias para que todos sejam contemplados.

"À medida que famílias são desligadas do programa, aquelas habilitadas, ainda não selecionadas, são incluídas gradualmente, por meio desse sistema, observando e cumprindo a disponibilidade orçamentária e a estimativa de pobreza para cada local, além de considerar a ordem de prioridade das famílias", explicou o ministério.


*Metro1

Nenhum comentário:

Postar um comentário