Após temporal, casa é soterrada na zona rural de Amargosa na BA; família está desaparecida

Foto: Marcos Claúdio

A chuva que atinge a Bahia nos últimos dias segue causando transtornos pelo estado. Na madrugada deste último sábado (11), uma casa foi soterrada após deslizamento de terra causado pelo acúmulo de água na zona rural de Amargosa, no recôncavo baiano.

De acordo com o prefeito Júlio Pinheiro, o caso aconteceu na comunidade de Ribeirão dos Caldeirões. “A casa foi completamente soterrada. Sequer é possível ver vestígios de que tinha uma casa no local. Sabemos que uma família estava na casa. Trabalhamos com a informação de que são três ou quatro desaparecidos”, disse o gestor ao g1.

O prefeito diz que por conta do difícil acesso à área, por conta da lama, equipes de infraestrutura da prefeitura tiveram que trabalhar durante a manhã para liberar o acesso para o Corpo de Bombeiros. Além dos militares, agentes da prefeitura e da Guarda Civil Municipal trabalham nas buscas.
Também neste último sábado, o prefeito decretou situação de emergência em Amargosa. Júlio Pinheiro disse que diversas comunidades da zona rural estão ilhadas com estradas danificadas.

“De acordo com dados que recebemos, choveu 200 mm em apenas quatro horas. O acumulado de chuvas entre novembro e dezembro é já representa o maior volume de chuva dos últimos 50 anos em Amargosa. Estamos desde cedo nas ruas trabalhando na busca das pessoas em situação de risco. Estamos acolhendo os desabrigados nas escolas municipais”, disse.

Chuva na Bahia
O temporal que atinge cidades baianas, principalmente nas regiões sul e extremo sul, causa alagamentos e prejuízos para os moradores, pelo quarto dia seguido, neste último sábado (11). Já são 25 municípios em situação de emergência, de acordo com os decretos homologados e publicados no Diário Oficial do Estado (DOE).

Cerca de 80 militares do Corpo de Bombeiros, além de 37 alunos e instrutores de cursos de salvamento, atuam no resgates de vítimas e no apoio às comunidades. De acordo com o governo, comida, água, medicamentos e outros itens são levados de forma prioritária para os moradores de 13 cidades.

De acordo com a Coelba, em Jucuruçu , no sul da Bahia, há alguns pontos isolados sem fornecimento de energia elétrica por causa de comunidades que permanecem ilhadas. O fornecimento foi retomado neste sábado em Guaratinga. Também neste sábado, foi necessário o resgate, por helicóptero, de duas equipes do órgão que trabalham para o restabelecimento do serviço.


*G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário